Óleo Vegetal

 



Os óleos extraídos por prensagem, de sementes, castanhas, frutos e grãos, são chamados de óleos vegetais. Ou ainda de óleos carreadores ou veículos, quando são usados em conjunto com os óleos essenciais. Ao contrário dos essenciais, os vegetais são oleosos, pois são a parte "gordurosa" da planta, por isso não evaporam e não se diluem em água ou álcool. Essa seria a diferença básica entre eles.
 
Na Aromaterapia, os óleos vegetais tem um papel importantíssimo. Eles servem como veículos para a diluição dos óleos essenciais aromáticos, que por serem altamente concentrados, não podem ser usados no organismo de forma pura, pois poderiam causar irritações, alergias e até queimaduras na pele. Já os óleos vegetais possuem uma composição mais gordurosa, leve e neutra quimicamente, sendo indicados exatamente para aplicação cutânea.

Ao serem misturados a eles, os óleos essenciais terão os seus componentes químicos absorvidos pela pele de maneira segura e completa. Isso é muito importante para essa terapia, já que a absorção pela pele, é a maneira mais eficaz de recebermos os benefícios dos óleos aromáticos.
 
Os óleos vegetais prensados e extraídos a frio (virgens) são os mais indicados para a pele, e na maioria das vezes podem ser ingeridos, ao contrário dos óleos essenciais. São nutritivos, emolientes, possuem vitaminas e componentes naturais benéficos para o organismo, que tratam vários problemas de saúde. São os mais indicados para tratamentos cosméticos, fitoterápicos e massagens.
 
Não se deve usar na pele outros tipos de óleos, como os "usados na cozinha" ou óleos minerais. Os óleos minerais são extraídos do petróleo, e apesar da aparência fina, transparente e hidratante, não são benéficos para nossa pele. Eles possuem moléculas maiores que as células da nossa pele, portanto não são absorvidos. Eles apenas secam, tampando e obstruindo nossos poros, podendo causar alergias e acne.
 
Ao contrário disso, os óleos vegetais virgens são totalmente absorvidos pela nossa pele em um tempo de até 3 horas após a aplicação, exatamente por serem 100% naturais. Chegam inclusive a alcançar camadas profundas, como nossas articulações e musculatura, levando todos os seus benefícios terapêuticos para nosso organismo.
 



 




 

 
 
 


PRINCIPAIS ÓLEOS VEGETAIS PARA A PELE:
 

 


 
Óleo de Abacate: O Óleo Vegetal de Abacate é ideal para massagens e drenagens, tratamento de face e cabelo. Rico em vitamina A, B1, B2 e C, lípidos, aminoácidos e substâncias nutrientes essenciais para peles normais e oleosas.

 

 
Óleo de Amêndoas: O Óleo Vegetal de Amêndoas Doces é anti-estrias e hidratante corporal. Excelente para os cuidados com peles delicadas e sensíveis como a de crianças, idosos e grávidas. É rico em vitaminas A, B1, B2 e B6, ácidos graxos e proteínas. Age como suavizante, nutritivo e emoliente para todos os tipos de pele.

 

 
Óleo de Andiroba: Originário do norte do Brasil. O óleo de Andiroba é excelente auxiliar no processo de regeneração da pele. Ajuda a prevenir celulite, artrite, reumatismo, contusões e problemas musculares. Bom para picadas de insetos, feridas, espinhas. Amacia e hidrata a pele, além de ser anti-séptico, anti-inflamatório e aliviar dores. É utilizado como repelente e para combater piolhos.




Óleo de Argan: Originária do Marrocos, as sementes dessa árvore fornecem um dos óleos mais comentados do últimos anos no meio da cosmética. Com alto teor de ômega 9, vitamina E e fitoesteróis raros, é considerado um dos mais benéficos para pele e cabelos. Altamente nutritivo, antisséptico e regenerador, trata rugas, dermatites, queimaduras e vários problemas de pele e cabelo.




Óleo de Arnica: Da família do girassol e da camomila, a arnica possui um óleo rico em ômega 6 e 3 sendo altamente nutritivo para a pele. Possui helenalina, que é anti-inflamatória, analgésica e antisséptica, fazendo do óleo muito usado para casos de contusões, dores musculares, artrite e reumatismo, etc. Usar diluído em outro óleo vegetal.

 

 
Óleo de Avelã: Levemente adstringente, possui boa penetração cutânea, sendo excelente para massagens faciais ou corporais. Bom para aliviar olheiras e bolsas abaixo dos olhos. Deixa a pele com um toque sedoso e hidratada. Uso facial e corporal. Indicado para peles secas, sensíveis ou danificadas.
 

 

Óleo de Buriti: Atua principalmente como antioxidante. É excelente para fortalecer a pele, devolvendo-lhe vitalidade, brilho e maciez. Ajuda a proteger as células e possui efeito cicatrizante. É também um vermífugo poderoso. Filtra e absorve raios ultravioleta atuando como protetor solar.




Óleo de Café Verde: O óleo do grão verde do café possui propriedades anti-oxidantes, hidratantes, anti-inflamatórias, anti-envelhecimento, estimulantes do metabolismo. Seu uso na pele promove uma hidratação profunda, regenera as células e combate radicais livres. Aumenta a produção do colágeno, devolvendo a juventude e firmeza da pele. O café verde tem se descoberto como um poderoso aliado para a cosmética e medicina preventiva.




Óleo de Calêndula: O óleo da flor possui ácido oleanóico e componentes que lhe dão qualidades cicatrizantes, anti-inflamatórias, regeneradoras celular, entre outras. Usado para tratar vários problemas de pele, como assadura, lesões, queimaduras, inflamação, e fins cosméticos. Também para tratamento capilar. Usar diluído em outro óleo vegetal mais neutro.

 

 
Óleo de Castanha do Pará: Originário da região amazônica, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce da pele, tornando-a mais macia e suave. Excelente para evitar o aparecimento de estrias. Atua na renovação celular. É emoliente e lubrificante, proporciona hidratação profunda e impede a evaporação de água da pele.


 

 
Óleo de Cenoura: Rico em vitaminas A, complexo B, minerais e Beta Caroteno, possuiu propriedades emoliente e calmante tópica, sua absorção é rápida e completa sem deixar a pele com sensação de gordura. Protege da exposição dos raios solares intensos, auxilia no bronzeamento seguro e uniforme. Acrescente somente 10% em outros carreadores, caso contrário sua cor alaranjada poderá permanecer temporariamente na pele.

 

 
Óleo de Coco: (Babaçu, Palmiste ou Branco) Um dos melhores óleos para massagem, é leve e nutritivo. Fortalece o sistema imunológico devido a alta concentração de ácido láurico. É um anti-inflamatório natural. É rapidamente absorvido pela pele, sendo ótimo para ser usado como carreador para óleos essenciais. Em temperaturas abaixo de 28 graus ele se solidifica, devendo ser levemente aquecido para o uso.

 

 
Óleo de Copaíba: Originário da região amazônica, é amplamente utilizado pela cultura indígena, como antiinflamatório e analgésico. Trata-se de uma oleoresina de consistência de óleo vegetal, possui integrado na sua composição óleos essenciais. Bom para problemas de pele, dores articulares e musculares. Por não ser propriamente um "óleo vegetal" e sim uma resina, deve ser diluído em outros óleos vegetais carreadores. Possui um aroma forte, amadeirado e resinoso.

 

 
Óleo de Gergelim: Leve, absorve cerca de 40% da radiação solar. Contém 32% de proteína natural, vitaminas, minerais e lecitina. Popularmente é muito usado para ajudar em artrites, excelente para todos os tipos de pele, especialmente com problemas de eczema, psoríases e envelhecimento prematuro da pele. Nos cabelos devolve a vida e o brilho perdido aos fios secos e quebradiços. Muito usado na Medicina Indiana (Ayurvédica).

 

 
Óleo de Germe de Trigo: É um regenerador cutâneo. Rico em vitamina E, ácido linolêico e fosfolipídeos evita a perda da vitamina A no organismo, retarda o envelhecimento da pele, devolvendo-lhe e vitalidade. Também fortalece os vasos sanguíneos evitando a ocorrência de varizes. Possui aroma forte e consistência pegajosa, devendo ser diluído em outro óleo vegetal mais neutro. É um conservante natural para outros óleos, evitando sua rancificação. 

 


Óleo de Girassol: É um excelente óleo, rico em vitaminas E, D e ômega 6. Pode ser utilizado na produção de pomadas e cremes para contusões, ferimentos e esfoladuras. É cicatrizante, antioxidante, e tem ação emoliente e hidratante para a pele e o cabelo. É leve, fino e praticamente sem aroma. Indicado para peles sensíveis, normais, mistas e oleosas, sendo ótimo óleo para massagens.

 

 
Óleo de Jojoba: Age sobre o couro cabeludo, acne e rugas. Trata-se de uma jóia liquida de alta compatibilidade com a pele humana, desobstrui os poros e as glândulas sebáceas, regula a oleosidade natural da pele. Muito rico em vitamina E, sendo excelente para o tratamento e controle de peles acneicas e oleosas.

 

 
Óleo de Linhaça: Possui alto índice de gorduras insaturadas (poliinsaturadas e monoinsaturadas) que são os ácidos graxos essenciais, ômega 3, 6 e 9, sendo uma das mais ricas fontes destes ácidos graxos. O Óleo de Linhaça é antiinflamatório, útil em artrites, artroses, dores musculares, ciática, dermatites, psoríases, TPM, menopausa e colesterol.

 

 
Óleo de Macadâmia: Único óleo vegetal rico em ácido palmitoleico (ômega 7), responsável pelo metabolismo dos lipídios, além de ômega 9 e 6 e vitamina E. É rico em ácidos graxos, antioxidantes que retardam o envelhecimento.

 

 
Óleo de Maracujá: É retirado por prensagem a frio das sementes obtidas em empresas que produzem o suco da fruta. O óleo de semente de maracujá possui textura e características parecidas com as do óleo de semente de uva. Ele possui um alto teor de ácido linolênico (ômega 3, 6 e 9), além de vitamina E, B e A. Ótimo para peles secas, normais e evita envelhecimento da pele e flacidez.




Óleo de Milho: O Óleo de milho é rico em vitamina E, contém pouco colesterol, é emoliente, nutritivo, considerado benéfico para o sistema urinário. Apesar de muito usado na cozinha, quando extra virgem é muito útil também para aplicação na pele.

 

 
Óleo de Oliva: É obtido do fruto maduro da Oliva europeia por prensagem a frio. Utilizado em sabonetes, loções, óleo de banho e cremes regenerativos devido a alta concentração de ácido oléico. É um excelente emoliente e contém grande quantidade de squalene vegetal muito usado na indústria cosmética.




Óleo de Rosa Mosqueta: Originária da região andina, essa espécie de rosa fornece um óleo vegetal retirado de seus frutos, altamente nutritivo. Riquíssimo em vitamina A, é um dos óleos mais regeneradores para a pele. Hidrata profundamente, trata e previne estrias, cicatrizes, rugas, flacidez, etc. É ideal diluí-lo em outro óleo vegetal mais neutro para aplicação na pele.  
 

 

Óleo de Semente de Uva: O Óleo Vegetal de Sementes de Uva é usado como hidratante e em massagem corporal. Este óleo é extraído da semente do fruto, tem elevado teor de alfa-tocoferol, ácido linolêico e ácido palmítico, que são responsáveis pela regeneração e manutenção do tecido cutâneo. É de grande utilidade na prevenção de estrias. É um óleo leve, fino e de aroma muito neutro, sendo indicado inclusive para peles oleosas.
















***

 
 

 
 
 
 






2 comentários: