Palmarosa

Cymbopogon martini


 
Nome Botânico:
Cymbopogon martini.
 
Familia Botânica:
Poaceae.
(Citronela, Capim-limão, Vetiver).
 
Nome em inglês:
Palmarosa.
 
Tipo de Planta:
Erva tropical.
 
Óleo Extraído de:
Folhas.
 
Aparência do óleo:
Transparente/fluído.

Aroma:
Herbal, perfumado, e floral.
O óleo essencial tem um aroma suave que lembra do aroma das rosas.

Origem:
Índia e Madagascar.
 
Principais constituintes:
Geraniol, Geranil Acetato, Linalol, Alfa Humuleno, Beta Cariofileno.
 
Propriedades:
Antibiótico, antifúngico, antivírus, bactericida, tônico, antiinfeccioso, anti-séptico, vermífugo, digestivo, emoliente, cicatrizante e estimulante.
 
Principal Utilização:

Tratamento Cutâneo:
Trata a pele seca, sensível ou madura, eczema, micose e psoríase. Também é um excelente citofilático (regenerador de tecidos) e hidratante para tratamento de pele, mãos, pés, rosto e lábios. Estimula a regeneração celular em queimaduras, feridas, úlceras varicosas, acnes, furúnculos, foliculite e ferimentos em geral. Combate os radicais livres, estimulando o rejuvenescimento cutâneo.
 
Sistema Geniturinário e Hormonal:
É tônico uterino, e trata infecções vaginais como cistite, vaginite, além de TPM, Menopausa, prostatite.
 
Outras Utilizações:

Antiviral:
O óleo da Palmarosa é um dos mais fortes antivirais da natureza, devio a alta concentração de geraniol, possui inclusive maior quantidade desse componente químico que o próprio óleo essencial de Gerânio. Sendo extremamente indicado para difusão em ambientes com pessoas enfermas e debilitadas.

Estética (ótimo para fazer uma máscara facial hidratante com argila).
 
Ideal como tônico uterino e para tratamentos de tiróide (hipotiroidismo).

Ação potente como repelente de insetos.
 
Psicologicamente:
Excelente contra depressão, ansiedade, insônia, exaustão nervosa e stress. Assim como o seu "similar olfativo"- o óleo de rosa, esse também é considerado um ótimo relaxante mental.
 
Combinações:
Lavanda, Laranja, Gerânio, Rosa, Limão, Pachouli, Sândalo, Petitgrain, Erva Doce, Salvia. Capim-limão, Citronela, Eucalipto, Tea Tree,.
 
Curiosidades:
O aroma do óleo de palmarosa lembra o aroma do óleo essencial de rosas e também o de gerânio, isso devido à grande concentração de geraniol, substância presente em grande quantidade nos outros. Essa semelhança olfativa faz com que o óleo de palmarosa, que é bem mais barato, seja usado para adulterar o de rosas, que é um óleo bem mais caro e nobre. Mas isso nao faz do óleo de palmarosa um óleo de qualidades inferiores, pois terapeuticamente, ele possui caracteristicas semelhantes aos seus similares mais caros. A própria Farmacopéia Brasileira considera a palmarosa como uma substituta válida para a rosa, apesar de não ter um aroma tão requintado quanto esse. Na verdade apesar dessa comparação, o aroma da palmarosa fica entre a citronela e o gerânio.
 
Cuidados:
Usar bem dilúido, pois pode irritar peles sensíveis.
Especialemente se aplicado no rosto, pode causar sensação de ardência.
 
 
 
 

 



O óleo essencial de palmarosa é um ótimo regenerador celular.
É utilizado em tratamentos estéticos e para cuidar da pele,
como por exemplo em loções pós-depilação e pós-barba.
Assim como em cremes rejuvenescedores e máscaras de argila.
 


 
 








A palmarosa é uma erva originária
e cultivada naturalmente na Índia.
Faz parte de muitos tratamentos
terapêuticos ayurvédicos, sendo
usada para acalmar problemas
emocionais, aliviar dores reumáticas
e musculares e manter a pele jovem
e bem cuidada. Seu aroma suave e
floral é usado em vários produtos
naturais.



 
  
 
 
 
 
 
 
 

PALMAROSA
(Cymbopogon martini )


































Nenhum comentário:

Postar um comentário