Sândalo

Santalum album
 
 
 
Nome Botânico:
Santalum album, Santalum spicatum, Santalum macgregorii.

Família Botânica:
Santalaceae.

Nome em inglês:
Sandalwood.

Tipo de Planta:
Árvore de médio porte com madeira aromática.

Óleo Extraído de:
Madeira (tronco e raiz)
 
Aparência do óleo:
Transparente amarelado/fluído.
 
Aroma:
Amadeirado e suave.

Origem:
Índia.

Propriedades:
Expectorante, anti-séptico, anti-depressivo, diurético, tônico, emoliente, calmante, antiinfeccioso, descongestionante, fungicida, adstringente, carminativo, emoliente, fixativo, imuno estimulante, antiinflamatório.

Principal Utilização:

Sistema Respiratório:
Tem um ótimo efeito anti-séptico e purificador para as vias respiratórias, tônico e expectorante para os pulmões, como todos os óleos de madeiras. Trata tosses, bronquite, asma, sinusite, resfriados, congestão peitoral e nasal, garganta inflamada, infecções pulmonares e alergias.
 
Outras Utilizações:

Tratamento de Pele:
Trata acnes, pele seca, fissuras, escaras, eczemas, ressecamento, tonicidade, furúnculos, infecções, coceiras.
 
Sistema Geniturinário:
Trata a cistite, candidiase, infecção urinária, gonorréia, leucorréia, problemas da próstata e orgãos sexuais.
 
Psicologicamente:
Relaxante, calmante, anti-depressivo, afrodisíaco (trata a frigidez e a impotência diminuindo a ansiedade), proporciona bem estar e induz ao sono tranquilo. Alivia tensões e stress. Um óleo com um aroma muito suave e altamente benéfico para o Sistema Nervoso.

Curiosidades:
A madeira do sândalo possui uma longa tradição de uso. Na Índia, portais imensos são entalhados com essa madeira, devido a sua resistência a cupins e adorável aroma. Também sempre foi usado em incensos, perfumes, rituais religiosos e de meditação.
O sândalo foi usado por milhares de anos no Oriente, e na medicina Ayurvédica (indiana) é um remédio natural. Houve tanto corte da madeira no passado, para a extração de seu óleo, que hoje o governo da Índia controla a produção desse óleo essencial, e as árvores que são cultivadas com esse propósito.
É um óleo muito apreciado pelos homens, pelo seu aroma, efeitos no emocional e na libído. Muito usado também na indústria da perfumaria, principalmente em fragrâncias masculinas.

Combinações:
Cedro, Limão, Patchouli, Rosa, Laranja, Petitgrain, Eucalipto, Tea Tree, Ylang Ylang, Pinho, Manjerona, Lemongrass, Lavanda, Jasmim, Sálvia, Gerânio, Palmarosa, Erva-doce, Benjoim
 
Cuidados:
Usar diluído e evitar na gravidez.

 
 

 
  





O sândalo, assim como todas as demais madeiras, fornece um óleo eficaz para todos os problemas que atingem o sistema respiratório. Bronquite, asma, sinusite, congestão, muco, tosse, resfriados e outros problemas são tratados através de inalações, massagens e difusão no ambiente.
 








 
 

 
O suave aroma do sândalo ajuda na meditação. É uma das madeiras mais usadas no mundo para fins religiosos e também medicinais. No Oriente, principalmente na Índia é considerada uma árvore sagrada e seu óleo é usado como perfume e item religioso.
 
 
 
  

 


Sândalo Amyris (Amyris balsamifera)


As espécies Santalum  album (sândalo indiano), Santalum macgregorii (sândalo papua) e Santalum spicatum (sândalo australiano) são consideradas as mais nobres, e seus óleos essenciais são os mais caros das madeiras aromáticas.
Porém, na Aromaterapia, existe uma árvore chamada Amyris (Amyris balsamifera), que possui um óleo mais barato, com aroma e propriedades terapêuticas similares aos sândalos verdadeiros, tanto que esse óleo essencial tem o nome de sândalo amyris.
 
 








 








SÂNDALO
(Santalum album)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário