Lavanda

Lavandula officinalis 
 
 
 
Nome Botânico:
Lavandula angustifolia, Lavandula officinalis.

Família Botânica:
Lamiaceae.
(Orégano, Tomilho, Sálvia, Hortelã, Manjerona, Manjericão, Alecrim, Patchouli, Hissopo).

Outros Nomes:
Lavanda Francesa, Alfazema.

Nome em inglês:
Lavender.

Tipo de Planta:
Arbusto sempre verde, de até 1 metro, com folhas estreitas e flores azul-violeta, rosa ou lilás.

Óleo Extraído de:
Flores e folhas.
O óleo da lavanda é praticamente transparente.

Aparência do óleo:
Transparente/fluído.

Aroma:
Floral, perfumado, adstringente e levemente canforado.

Origem:
França.

Propriedades:
Anti-séptico, analgésico, desodorante, sedativo, citofilático, antiespasmódico, tônico, cicatrizante, antiinflamatório, emenagogo, antiparasítico, relaxante muscular, adstringente, condicionador cutâneo, antidepressivo e calmante.

Principais Constituintes:
Linalol, acetato de linalil, lavandulol, acetato lavandulil, terpineol, limoneno, cariofileno.

Principal Utilização:

Tratamento Cutâneo:
Poderoso regenerador e rejuvenescedor de tecidos, cicatrizante, trata pele seca e madura, acne, eczemas, micose, herpes labial, escaras, rachaduras.
Possui efeito adstringente e secativo para a pele oleosa e com acne.
Útil como primeiros-socorros em ferimentos, picadas de insetos, queimaduras e cortes, devido a sua forte ação anti-séptica, analgésica e cicatrizante.

Outras Utilizações:
Dores musculares e articulares.
Problemas de digestão, gases, cólicas.
Eficaz para taquicardia e alterações de pressão arterial, principalmente por ordem emocional.
Alivia enjoos e nauseas.
Trata disturbios das vias respiratórias.

Psicologicamente:
Poderoso anti-depressivo, calmante e relaxante mental.
Alivia quadros de stress, insônia, ansiedade, agitação nervosa, crises de pânico, dores de cabeça e enxaqueca por tensão nervosa.
Estudos científicos provam que a aromatização de ambientes hospitalares, médicos, profissionais, etc. com a Lavanda tem grande eficácia contra ansiedade, depressão, stress, nervosismo e agitação.

Cuidados:
É um óleo altamente seguro, podendo ser usado em crianças e idosos. Um dos poucos óleos essenciais que podem ser aplicados puros na pele.

Combinações:
Jasmim, Néroli, Gerânio, Sândalo, Palmarosa, Gengibre, Ylang ylang, Patchouli, Limão, Cardomomo, Cravo, Vetiver, Petitgrain, Olíbano, Capim-limão, Laranja, Bergamota, Eucalipto, Sálvia, Camomila, Rosa, Pinho, Cedro, Alecrim, Hortelã...
A lavanda é um óleo que parece fazer aumentar o poder terapêutico dos outros óleos que se misturam a ele, sendo por isso indispensável em quase todas as misturas.

Curiosidades:
É um dos óleos mais usados na Aromaterapia, devido seus inúmeros benefícios para o bem estar. É um óleo versátil que pode ser usado e combinado com praticamente todos os demais. Era o purifìcador favorito para o banho dos antigos Romanos e usado também para acelerar as curas desde a Antiguidade.
Existe uma "sub-espécie" da Lavanda, conhecida como Lavandin, que também é usada na Aromterapia. Possui as mesmas caracteristicas com uma concentração maior de cânfora, sendo assim, mais indicada para dores e problemas musculares.










O óleo de lavanda é um dos mais eficazes para o cuidado com a pele. Usado em cremes, géis, óleos ou até puro, ele é um importante ingrediente para tratar vários problemas da pele, além de mante-la hidratada e rejuvenescida.
 




 

 

A lavanda é indicada para tratar insônia e quadros de
stress e ansiedade. Ela tem um efeito calmante para
nosso corpo e nos ajuda a conseguir um sono tranquilo
e reparador. Pingar 2 ou 3 gotas do óleo essencial no
travesseiro é uma ótima forma para dormi melhor.
 

 
 



lavanda era uma erva presente nos banhos dos Gregos e Romanos na Antiguidade. Eram comuns as casas para banho público, as Thermas, onde se queimavam a planta e o óleo para purificar o ambiente e também se usava na água para perfumar e higienizar.  Para muito povos e religiões, a lavanda (alfazema) é até hoje considerada uma planta de purificação e proteção espiritual e energética.


 




 








LAVANDA
(Lavandula officinalis) 















 
 
 
 
 
 
 
 
 
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário