Melissa

Melissa officinalis



 
Nome Botânico:
Melissa officinalis.

Família Botânica:
Lamiaceae.
(Hortelã, Orégano, Tomilho, Sálvia, Lavanda, Manjericão, Manjerona, Alecrim).

Nome em inglês:
Melissa, Lemon Balm.

Tipo de Planta:
Arbusto com folhas bem verdes e delicadas flores brancas.

Óleo Extraído:
Folhas e Flores.

Aparência do óleo:
Transparente/fluído.
 
Aroma:
Fresco, herbal, levemente cítrico.

Origem:
Região Mediterrânea e Asia ocidental.

Propriedades:
Analgésico, anafrodisíaco, anti-séptico, antidepressivo, carminativo, cefálico, revigorante, digestivo, expectorante, hipotensor, laxativo, nervino, fortificante, sedativo, tônico geral

Principal Utilização:

Sistema Circulatório:
Vasodilatador, tônico cardíaco e hipotensor (baixa a pressão arterial).

Sistema Digestivo:
Calmante, trata espasmos estomacais, indigestão, prisão de ventre, flatulência, enjôos, vômitos, diarréia, vermes, além de ajudar o organismo a eliminar toxinas.

Vias Respiratórias:
Trata casos de infecção no peito e de resfriados, a sinusite, a bronquite e a asma.
Outras Utilizações:

Sistema Reprodutor Feminino:
Pode regular o ciclo menstrual e a aliviar as cólicas e distúrbios menstruais e uterinos.
 
Alivia Dores de cabeça e Enxaquecas e baixa a febre.

Psicologicamente:
Calmante e Relaxante emocional.
Bom contra depressão, fobias, crises de nervosismo, pânico e tristeza. Eficaz contra insônia, stress e ansiedade.

Combinações:
Lavanda, Sândalo, Patchouli, Laranja, Camomila, Vetiver, Capim-limão, Gengibre, Pimenta Preta, Hortelã, Eucalipto, Limão.

Cuidados:
Usar diluído.
Evitar na Gravidez e por quem tem pressão arterial baixa.

Curiosidades:
A Melissa officinalis que é considerada a Melissa verdadeira, é originária da Europa e fornece um óleo essencial extremamente caro e raro, já que se precisa de uma quantidade grande da planta para sua extração. Geralmente o óleo é adulterado com outras plantas de efeito e aroma semelhantes, como o Capim-limão.





 
 





Lippia alba
(Melissa Brasileira) 

Um substituto mais acessível desse caro óleo
essencial é a melissa brasileira (Lippia alba),
também conhecida como cidreira, verbena branca
ou verbena índia, e que é muito comum na América
do Sul, especialmente no quintais e jardins do Brasil.
Ambos os óleos possuem os mesmos efeitos
terapêuticos, sendo hipotensores, analgésicos,
digestivos e calmantes.

 

 
 
 
 









A melissa é cultivada na região do Mediterrâneo
há mais de 2.000 anos. Romanos, gregos e os
árabes sempre a usaram para tratar a depressão.
O chá da erva ja era considerado desde o século
XVII como um elixir da juventude,
evitando vários problemas de saúde.






 

 
 
 
 
 
 
 
 

MELISSA
(Melissa officinalis)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário